Ação contra aglomerações retira cerca de 400 pessoas de praias de Belém no feriado

0
47

Quase 400 pessoas foram retiradas de balneários de Outeiro e Mosqueiro, distritos de Belém, neste feriado de Corpus Christi. Como medida de prevenção à proliferação de Covid-19, o acesso a praias foi proibido para evitar aglomerações. O balanço das ações de fiscalização da Guarda Municipal de Belém (GMB) foi divulgada nesta sexta-feira (12). As praias, balneários, igarapés, clubes e similares estarão fechados até terça-feira (14).

Na capital, durante a ação de rondas nos bairros, os agentes detiveram um homem, no bairro da Campina, após furto. Um bar foi fechado, assim como duas arenas e uma quadra de vôlei.

Fiscalização

Em Mosqueiro, a ação começou na quinta (11) no Pórtico de acesso à ilha, com barreira educativa para conscientizar motoristas e passageiros que passavam pelo local. As orientações foram para o uso obrigatório de máscara, higienização das mãos com álcool em gel, o distanciamento social e a proibição de acesso às praias.

De acordo com o inspetor da GBM, Roberto Carlos, responsável pela guarnição do distrito de Mosqueiro, a operação é realizada diariamente, desde a publicação do decreto municipal.

“Hoje, como é feriado, o fluxo nas praias tende a aumentar, porém, devido à pandemia, não é permitido. A GMB está aqui fazendo cumprir as determinações do decreto. Abordamos o cidadão e solicitando que ele volte para a casa. Explicamos que, nesse momento, o mais prudente é ficar em casa”, salientou o inspetor.

Apesar da orientação, as praias das ilhas foram frequentadas. Os guardas municipais retiraram 178 banhistas das praias de Outeiro e 218 de Mosqueiro. “Quando a guarnição faz a abordagem, as pessoas são orientadas e vão embora. A gente vai continuar fiscalizando até a vigência do decreto”, garantiu o Roberto Carlos. Os balneários seguem com ações durante todo o final de semana, incluindo a Ilha de Cotijuba.

Além das praias, a GMB, através do motopatrulhamento do grupamento Ronda da Capital (Rondac), fiscalizou as feiras livres e os bairros de Belém, em atendimento às denúncias provenientes do 153, o disque denúncia.

site do café

DEIXE UMA RESPOSTA

Avalie*
Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui