Apesar de restrições, banhistas lotam praias de Fortaleza

0
80

A movimentação nas praias de Fortaleza foi intensa neste domingo (5). Durante a manhã e começo da tarde, trechos da Praia do Futuro e da Praia do Náutico foram tomados por uma multidão de banhistas. Em diversas situações, os frequentadores utilizavam guarda-sóis afixados na areia que, segundo a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), são estruturas asseguradas por ambulantes, o que não é permitido. Durante a fiscalização da orla, a Agefis informou que ordenou o recolhimento dos guarda-sóis.

Na Praia do Náutico, os guarda-sóis foram utilizados por banhistas, que também fizeram uso de estruturas como mesas e cadeiras. Na área, aglomerações foram observadas em pontos próximos ao Espigão do Náutico. A Agefis informou que neste trecho houve fechamento de uma barraca de praia, no sábado (4).

Segundo a Agefis, durante a fiscalização na orla da Capital no fim de semana, foram dispersas aglomerações na faixa de areia da Beira-Mar e realizadas abordagens à população presente no local, bem como a retirada dos ambulantes.

A Agência de Fiscalização também informou que está prevista a realização de fiscalizações às barracas da Praia do Futuro “para reforçar a orientação acerca do cumprimento do decreto municipal de enfrentamento à Covid-19”.

Funcionamento das barracas

Conforme comunicado sábado pelo governador Camilo Santana, Fortaleza avança para a terceira fase do processo de retomada das atividades econômicas apenas nesta próxima segunda-feira (6). No entanto, diferentemente do que foi cogitado inicialmente, bares e barracas de praia ainda não voltarão a funcionar nesta terceira etapa e restaurantes não poderão abrir à noite.

“As restrições de não abrirem ainda bares, restaurantes à noite e barracas de praia continuam sendo avaliadas. Isso para não acontecer aqui o que aconteceu em muitos países que reabriram e fecharam novamente”, comentou o governador durante o anúncio.

Atual momento do processo de reabertura:

  • Fortaleza irá avançar para a etapa 3
  • Demais cidades da macrorregião de Fortaleza avançam para a fase 2;
  • Macrorregião do Sertão Central, Litoral Leste/Jaguaribe avança para a fase 1;
  • Macrorregiões Norte e Cariri permanecem na fase de transição da economia. As cidades: Juazeiro do Norte, Crato, Barbalha, Brejo Santo, Iguatu, Sobral e Tianguá seguem em isolamento social rígido.

Multa para quem não usar máscara

Máscaras já são obrigatórias por decreto estadual no Ceará e MP quer multa na capital por descumprimento — Foto: Natinho Rodrigues/Sistema Verdes Mares

Máscaras já são obrigatórias por decreto estadual no Ceará e MP quer multa na capital por descumprimento — Foto: Natinho Rodrigues/Sistema Verdes Mares

O Ministério Público do Ceará (MPCE) recomendou ao prefeito Roberto Cláudio e a Secretaria Municipal de Saúde que adotem as previdências necessárias para prever a aplicação de multa para quem não fizer uso de máscara de proteção, industrial ou caseira, em locais de uso coletivo, inclusive na rua, no interior de transporte público ou de estabelecimentos em funcionamento, bem como na área comum de condomínios.

Conforme o MPCE, a prefeitura e a Secretaria de Saúde do município têm um prazo de dez dias para informar sobre as providências adotadas para o cumprimento da recomendação.

Ainda de acordo com o Ministério Público, ficariam livres da multa indivíduos já dispensados de usarem máscaras, como crianças menores de dois anos e aqueles que, por alguma deficiência ou enfermidade comprovada em atestado médico, não possam ou tenham dificuldade de utilizá-las.

Pessoas que estejam realizando atividade física individual ao ar livre, a pelo menos um metro de distância de outras pessoas, com base em recomendação recente da Organização Mundial da Saúde (OMS), também não serão punidas.

site do café

DEIXE UMA RESPOSTA

Avalie*
Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui