Banhistas aproveitam ‘dia de verão’ e lotam praias proibidas no litoral de SP

0
81

Centenas de pessoas, muitas sem máscaras e promovendo aglomerações, lotaram a orla de Praia Grande neste sábado. Temperatura chegou a 32ºC.

Centenas de banhistas lotaram a faixa de areia na orla de Praia Grande, no litoral de São Paulo, aproveitando o dia ensolarado neste sábado (25). Com guarda-sóis e cadeiras, moradores aproveitaram para caminhar e tomar sol, apesar da proibição de acesso às praias da cidade, com exceção para a prática de atividades aquáticas e em horários restritos. O mesmo foi registrado em outras cidades da região, como Santos e São Vicente.

Com previsão de sol durante todo o dia e temperaturas que chegaram aos 32°C, a população lotou a faixa de areia e o calçadão do bairro Vila Caiçara. Em Praia Grande, no entanto, um decreto municipal proibiu qualquer tipo de atividade que não seja a de passagem, de início ou fim da prática de esporte permitida, como surfe.

De acordo com a prefeitura, a prática de atividades individuais dentro do mar foi liberada no início de maio, com acesso à praia permitido das 5h às 10h, todos os dias. As demais atividades na praia continuam proibidas durante o período de quarentena.

No entanto, diversos banhistas foram flagrados, na tarde deste sábado, sem utilizar máscaras de proteção facial e sem respeitar as medidas de distanciamento social, conforme recomendação dos órgãos de saúde no combate à pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

De acordo com o autônomo Roberto Felix, de 43 anos, a situação causa indignação. “Andei poucos metros, mas pude ver que, de cada 20 pessoas, só duas usavam máscaras. É muita aglomeração. Inclusive, vi uma viatura, mas ninguém fez nada para retirar”, afirma.

Os banhistas e pedestres foram à orla um dia após o Governo do Estado de São Paulo anunciar a permanência da Baixada Santista, bem como do Vale do Ribeira, na fase amarela do Plano São Paulo, de flexibilização e retomada de setores da economia.

De acordo com o boletim epidemiológico emitido pela Prefeitura de Praia Grande na última sexta-feira (24), o município registra 5.495 casos confirmados de Covid-19, bem como 126 mortes causadas pela doença. No total, 41 pessoas seguem internadas na cidade, e 5.083 pacientes se recuperaram.

Prefeitura

Em nota, a Prefeitura de Praia Grande informa que segue vedado o uso da faixa de areia para qualquer tipo de atividade física. A medida, que está oficializada no decreto municipal 6.955, tem como objetivo reforçar o distanciamento social, medida fundamental para redução de casos e controle da pandemia da Covid-19. A população pode denunciar qualquer irregularidade na prática esportiva, por meio do aplicativo da ouvidoria de Praia Grande.

Banhistas e ambulantes promovem aglomeração em orla proibida de SP — Foto: Reprodução/Roberto Felix

Banhistas e ambulantes promovem aglomeração em orla proibida de SP — Foto: Reprodução/Roberto Felix

A prefeitura aponta que, desde 20 de março, quando foi publicado o decreto que restringe o acesso de pessoas na faixa de areia em Praia Grande em razão da pandemia, equipes da Guarda Civil Municipal (GCM) e da Secretaria de Trânsito (Setran) realizam diariamente ações de orientação sobre as medidas de prevenção.

As equipes da GCM fazem patrulhamento pelo calçadão, a partir das 6h, e orientam as pessoas que eventualmente pretendam entrar na faixa de areia. Já a partir das 8h, as equipes da Guarda Costeira fazem uma varredura nos pontos com maior concentração de surfistas para garantir que todos os praticantes da atividade deixem o mar. Posteriormente, ainda na parte da manhã, uma força-tarefa é realizada com apoio das equipes de Trânsito, percorrendo toda a faixa de extensão da praia, entre os bairros Solemar e Canto do Forte. No período da tarde, as equipes repetem a ação preventiva.

Dezenas de banhistas foram à praia em São Vicente, SP — Foto: Matheus Tagé/A Tribuna Jornal

Dezenas de banhistas foram à praia em São Vicente, SP — Foto: Matheus Tagé/A Tribuna Jornal

Outras cidades

Banhistas também aproveitaram o dia ensolarado para irem às praias de outras cidades da região. Em Santos, centenas de moradores foram inspirados a correr, caminhar à beira-mar e praticar atividades físicas na faixa de areia, conforme observado pela reportagem do G1.

A presença dos banhistas foi monitorada pela Guarda Civil Municipal de Santos, que fiscaliza o uso obrigatório de máscaras e o distanciamento social entre os moradores. No município, é permitido o acesso à praia para a prática de atividades físicas e banho de mar individual.

Em São Vicente, os pedestres também saíram às ruas para caminhar na faixa de areia e no calçadão da praia. As temperaturas altas estimularam dezenas de pessoas a irem à praia e a quiosques, caminhar e pedalar.

Banhistas tomam sol em praia proibida no litoral de SP — Foto: Reprodução/Roberto Felix

Banhistas tomam sol em praia proibida no litoral de SP — Foto: Reprodução/Roberto Felix

site do café

DEIXE UMA RESPOSTA

Avalie*
Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui