Barreiras impedem acesso às praias de Caucaia para visitante sem hospedagem agendada

0
45

Decreto em vigor vale até 19 de fevereiro. Barreiras estão montadas na Avenida Mister Hull e na descida da ponte do Rio Ceará.

Visitantes que desejarem ir às praias de Caucaia, na Grande Fortaleza, só poderão entrar na cidade caso tenham reservas em algum hotel. O prefeito de Caucaia, Vitor Valim, decretou medidas que limitam o acesso à cidade e reduzem o horário de funcionamento de serviços não essenciais.

As medidas consideram o aumento de casos de Covid-19. O decreto está em vigor até o dia 19 de fevereiro.

Duas barreiras estão montadas na Avenida Mister Hull entre os bairros Antônio Bezerra (Fortaleza) e São Miguel (Caucaia) e na descida da ponte do Rio Ceará no Bairro Parque Leblon, já em Caucaia. Os locais são os principais acesso à cidade para quem viaja de Fortaleza.

“Os turistas vão passar somente aqueles que estiverem com reserva em hotéis. Neste momento de pandemia esse visitante casual aquele que queira ir só um dia infelizmente não vai poder entrar agora onde está limitado somente aqueles que tenham reservas confirmadas em hotéis”, afirmou o vice-prefeito de Caucaia, Deuzinho Filho.

O decreto estabelece também que o acesso será restrito “apenas a moradores e prestadores de serviço”, aponta o documento.

Resumo do decreto:
Cidade terá barreiras sanitárias nos principais acessos;
Em algumas áreas da cidade, o acesso será restrito a moradores, trabalhadores ou pessoas hospedadas na região;
De segunda a sexta, comércio não essencial só pode realizar atendimento presencial até 21h;
Nos fins de semana, comércios devem ofertar presencialmente apenas alimentação;
Nos fins de semana, barracas de praia podem funcionar até 16h;
Serviços de entrega (delivery) são liberados em todos os horários, em diariamente da semana.
Comércio não essencial
Conforme o Diário Oficial da cidade, bares, restaurante e barracas de praia devem encerrar as atividades presenciais às 21h.

Aos sábados e domingos, os estabelecimentos devem ofertar apenas serviços de alimentação, também até 21h, com exceção das barracas de praia, que devem encerrar as atividades nos fins de semana às 16h.

O serviço de entrega desses estabelecimentos podem funcionar em qualquer horário.

Não são afetados pela medidas: farmácias; supermercados; postos de combustível; hospitais e demais unidades de saúde; laboratórios de análises clínicas; clínicas veterinárias; segurança privada; imprensa, meios de comunicação e telecomunicação em geral; e funerárias.

site do café

DEIXE UMA RESPOSTA

Avalie*
Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui