‘De olho no verão’: polícia turística e comunicação focada no visitante são sugestões para temporada em SC

0
40

O primeiro painel do projeto “De olho no verão'” da NSC discutiu possíveis soluções para o turismo em Santa Catarina durante a pandemia. Dentre os destaques da conversa, que durou 55 minutos, a colaboração e fiscalização dos setores privados, como hotéis e planos de saúde, em conjunto com a esfera pública poderá ser fundamental para conferir mais segurança aos turistas e moradores do estado (veja acima a íntegra do painel).

Além disso, sugestões como a garantia de selos de segurança, elaboração de planos de comunicação focados na orientação de visitantes, uma polícia turística treinada em segurança sanitária, embaixadores voluntários e investimento em campanhas educativas também foram abordadas.

‘De olho no Verão’: Setor de turismo busca reinvenção para recuperar perdas

‘De olho no Verão’: Setor de turismo busca reinvenção para recuperar perdas

No painel, o secretário de Saúde, André Motta, disse que gradualmente portarias com regras sanitárias vêm sendo revisadas para atender às novas necessidades do estado.

Segundo ele, o regramento sobre a utilização das praias será uma a ser alterada. Motta ainda destacou a importância da abordagem rápida dos pacientes, monitoramento e o rastreamento de contatos.

“Nossa proposta é regrar as atividades, trazer uma questão mais educacional, uma abordagem educativa das pessoas […] O que vai acontecer é a liberação da possibilidade das pessoas permanecerem nas praias. Distanciamento e outras regras sanitárias também são importantes.”

Motta e o professor a Universidade do Texas, Peter Taylor, divergiram sobre a necessidade do uso de máscaras nas praias. Para o educador o distanciamento de 2 metros já seria o suficiente para evitar uma contaminação. Contudo, o secretário afirmou que o uso da proteção é importante em situações de deslocamento.

Painel discutiu soluções para enfrentar a temporada de verão durante a pandemia em SC — Foto: Reprodução/ NSC

Painel discutiu soluções para enfrentar a temporada de verão durante a pandemia em SC — Foto: Reprodução/ NSC

O presidente da Santur, Leandro “Mané” Ferrari, destacou a importância do selo de segurança “Safe Travels”. Segundo a pasta, o selo sinaliza que as práticas adotadas em Santa Catarina estão alinhadas aos protocolos globais de viagens seguras, garantindo mais segurança aos viajantes, prestadores de serviços e trade turístico.

“Os empresários agora têm que fazer a sua parte, têm que ajudar a fiscalizar e têm que ajudar com que o turista, que vem do seu ambiente, e o próprio trabalhador consigam se regrar conforme as regras que estão postas pelo selo.”

Peter Taylor também sugeriu alongar o prazo sem a permanência dos hóspedes depois da higienização dos quartos. Para ele, estes locais, depois de limpos, devem ficar 48 horas vazios.

“Três coisas: selo de segurança, polícia capacitada e treinada na segurança turística e trabalhando com a Secretaria de Saúde e Turismo e fazer marketing dizendo ao público exatamente o que estamos fazendo”, disse Peter.

Segundo o secretário da Saúde, é esperado que os turistas internacionais venham em menor quantidade este ano. Nesta temporada, a expectativa é de que a grande massa dos turistas venha dos estado vizinhos, como Paraná e Rio Grande do Sul.

Logo 'De olho no verão' — Foto: NSC/Divulgação

Logo ‘De olho no verão’ — Foto: NSC/Divulgação

G1 Santa Catarina transmite de terça (15) a sexta-feira (18) ao vivo o painel online “De olho no verão”, da NSC. A cobertura multimídia é focada nos principais desafios de Santa Catarina para a temporada. Os debates começam sempre às 13h30, com transmissão pelo site.

Os painéis online terão autoridades e reportagens especiais sobre turismo, comércio e eventos, além da necessidade de conscientização e fiscalização de medidas sanitárias.

Confira abaixo a agenda:

  • Quarta-feira (16), 13h30 – comércio
  • Quinta-feira (17), 13h30 – eventos
  • Sexta-feira (18), 13h30 – conscientização

Outras edições do “De olho no verão” foram realizadas pela empresa entre 2015 e 2017. Na época, os debates multimídia contavam com a participação de autoridades, que foram questionadas sobre pontos-chave da temporada, principalmente ligados à capacidade das cidades catarinenses de se estruturarem para receber os turistas.

Participam dos painéis jornalistas da NSC. Serão convidadas autoridades, bem como representantes de entidades e da sociedade civil para, juntos, buscarem respostas para um verão próspero.

 

site do café

DEIXE UMA RESPOSTA

Avalie*
Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui