Entradas de praias em São Sebastião são bloqueadas para evitar aglomeração de turistas

0
66

Entradas de praias de São Sebastião (SP), no litoral norte de São Paulo, foram bloqueadas com areia, faixas de sinalização e até tapumes para evitar aglomeração de turistas. A medida foi adotada pela prefeitura em várias praias mesmo já com a proibição de acesso.

Segundo a prefeitura, os bloqueios foram feitos na Costa Sul, que abrange as praias de Maresias, Paúba, Juquehy, Cambury, Camburizinho, Barra do Una, Baleia, Sahy, entre outras. As praias estão entre as preferidas pelos turistas.

Além do bloqueio nos acessos, a prefeitura mantém fiscalização nas praias e orienta os turistas que estiverem no local para irem para casa.

São Sebastião registrou até a manhã desta quinta-feira (21) 320 casos confirmados de coronavírus com duas mortes.

Entradas de praias em São Sebastião são bloqueadas para evitar aglomeração — Foto: Prefeitura de São Sebastião/Divulgação

Entradas de praias em São Sebastião são bloqueadas para evitar aglomeração — Foto: Prefeitura de São Sebastião/Divulgação

Desde o início da semana, a prefeitura demonstrou preocupação com o ‘megaferiado’ adotado em São Paulo, o que levou muitos turistas para o litoral durante a pandemia de coronavírus. Outras prefeituras do litoral também adotaram medidas restritivas.

O prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto, classificou o feriadão como ‘irresponsabilidade’. A cidade faz barreiras sanitárias e proibiu o acesso às praias. Até esta semana, as praias estavam liberadas para atividades físicas durante os dias de semana.

Entradas de praias em São Sebastião são bloqueadas para evitar aglomeração — Foto: Prefeitura de São Sebastião/Divulgação

Entradas de praias em São Sebastião são bloqueadas para evitar aglomeração — Foto: Prefeitura de São Sebastião/Divulgação

Protestos

O feriadão também não foi bem aceito pelos moradores. Na quarta (20), a Praia de Juquehy, em São Sebastião, amanheceu com cruzes na faixa de areia em protesto contra turistas que aproveitam o ‘megaferiado’ em São Paulo para viajar durante a pandemia de coronavírus.

A medida foi adotada pelo governo estadual e da capital paulista como tentativa de frear a disseminação do coronavírus e aumentar o isolamento social.

Os feriados antecipados foram de Corpus Christi (11 de junho) e da Consciência Negra (20 de novembro). Com a aprovação da lei de antecipação, neste ano eles serão nesta quarta (20) e quinta-feira (21). A sexta-feira (22) será ponto facultativo na capital paulista.

Começa feriado prolongado na cidade de São Paulo

Começa feriado prolongado na cidade de São Paulo

No protesto desta quarta-feira, os moradores simularam covas, colocaram cruzes na areia da Praia de Juquehy e escreveram mensagens como ‘Fique em casa’. O protesto foi contra o fluxo de turistas no litoral durante a pandemia de coronavírus.

Na terça-feira (19), manifestantes incendiaram pneus e interditaram a Rio-Santos em protesto contra o ‘megaferiado’. A rodovia ficou interditada por cerca de 2h30 no trecho de Juquehy. Eles alegam que, com a antecipação dos feriados na capital, vai ter movimento de turismo para o litoral.

Praia em São Sebastião recebe cruzes em protesto contra 'megaferiado' em SP — Foto: Prefeitura de São Sebastião/Divulgação

Praia em São Sebastião recebe cruzes em protesto contra ‘megaferiado’ em SP — Foto: Prefeitura de São Sebastião/Divulgação

 

site do café

DEIXE UMA RESPOSTA

Avalie*
Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui