Maricá, RJ, proíbe permanência em praias, fecha comércio e instala barreiras sanitárias

0
53

A partir de sexta-feira (26), entra em vigor o novo decreto de enfrentamento à pandemia em Maricá. A cidade entrou na bandeira laranja. De acordo com a Prefeitura, pelo menos entre 26 de março e 5 de abril, só estará permitido o funcionamento de serviços essenciais: supermercado, farmácias, hortifrútis, postos de combustíveis, bancos, clínicas veterinárias e congêneres.

As medidas foram anunciadas durante live com o prefeito Fabiano Horta e outros representantes do município na tarde desta terça-feira (23).

Outros tipos de atividades comerciais, como salões de eventos sociais, festas e salões de beleza estarão proibidos.

Também está proibido permanecer nas praias de Maricá. A circulação nas orlas e a prática de exercícios físicos individuais estão permitidas, porém o banho de mar não está autorizado.

Para controlar o fluxo de entrada na cidade, principalmente na Semana Santa, a Prefeitura anunciou que vai instalar barreiras sanitárias para limitar a circulação de turistas e não moradores. Serão oito pontos de bloqueio nas entradas do município e uma barreira na Cachoeira do Espraiado, ponto turístico bastante visitado em Maricá.

Bares e restaurantes só poderão funcionar com serviço de delivery e take away.

O toque de recolher de 23h às 5h está mantido.

Na semana passada, a Prefeitura já havia adotado várias medidas de restrição na cidade, porém, após o aumento no número de internações de pacientes com casos graves, o comitê epidemiológico da Prefeitura de Maricá definiu novas mudanças durante uma reunião nesta segunda-feira (22).

As regras são semelhantes às de cidades da região metropolitana, como Niterói.

De acordo com o prefeito Fabiano Horta, em cerca de uma semana, a taxa de ocupação que estava em torno de 50% subiu para 100% e agora está em 92%. Além disso, a rede de urgência e emergência, que antes atendia casos graves de muitos idosos, vêm recebendo pacientes mais jovens.

O que pode e o que não pode

É permitido:

Vacinação; funcionamento de hospitais e laboratórios; farmácias; supermercados; postos de combustível; lojas de conveniência; bancos e lotéricas; correios; açougues; aviários; hortifrutis; clínicas veterinárias; comércios varejistas de alimentação animal e atividades físicas individuais ao ar livre.

É permitido com restrição:

Somente retirada no local e/ou delivery: Bares; restaurantes; padarias; lanchonetes, cafeterias, docerias e similares; loja de vendas de autopeças; distribuidoras de água e gás;

oficinas mecânicas e borracharias (somente agendamento individual e com portas fechadas). Estabelecimentos religiosos (com 30% da capacidade).

Não é permitido:

Ficar sem máscara; festas e aglomerações; eventos sociais; permanecer em vias, áreas e praças públicas das 23h às 5h; comércios e serviços não essenciais; salão de beleza; academias; estacionar veículos na orla das praias (exceto moradores); permanecer nas praias, lagoas, praças e áreas de lazer; consumo de no bar ou restaurante; jogos de futebol.

Calendário de vacinação

Ainda durante a live feita na tarde desta terça-feira (23), a secretária de Saúde Dra. Simone Costa explicou que, como a cidade está recebendo mais doses de vacina, mais faixas etárias estão sendo incluídas na vacinação. O cronograma completo de imunização vai ser atualizado nesta quarta-feira (24).

A partir desta quarta (24), idosos de 78 anos ou mais poderão procurar os pontos de vacinação, desde que estejam cadastrados.

Na quinta (25), é a vez das pessoas acima de 76 anos. Já na sexta (26), começa a vacinação em idosos de 74 em diante.

Segunda-feira (29) é dia de vacinação para quem tem a partir de 72 anos e na terça (30) é a vez dos idosos de 70 anos ou mais.

Segundo a secretária de Saúde, nas próximas semanas, os pontos de vacinação serão ampliados e em breve a vacinação drive-thru em Maricá será estendida aos sábados e domingos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Avalie*
Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui