O que fazer em Alter do Chão – Pará

0
116

O que fazer em Alter do Chão – Pará

Quem embarca rumo a Alter do Chão quase sempre está em busca de lindas praias de água doce e paisagens dignas dos mais espetaculares cenários amazônicos. Viajar rumo a esse pedacinho do Pará ainda pouco explorado pelos turistas de outros estados é certeza de boas surpresas e banhos de rio inesquecíveis. E quanto mais tempo você ficar por lá, melhor! Em Alter do Chão, vale fazer os passeios que levam a praias, rios, lagoas, florestas, comunidades ribeirinhas, igapós, igarapés, florestas e canais que juntos dão o tom da beleza da região. São muitas atrações, porém o mais importante a fazer por lá é relaxar.

Fique o máximo de tempo possível

Se você ouviu falar que Alter do Chão pode ser conhecida em apenas um dia, não acredite! A região nos arredores é riquíssima e cheia de atrações. Em um dia, você verá apenas uma ou duas praias, sendo que estamos falando de um destino que oferece mais de 100 km de faixa de areia na época da estiagem. Para começar a curtir Alter do Chão de verdade, você precisará de, no mínimo, um feriado prolongado. Sete dias é uma boa média para dar tempo de ver as principais atrações e ainda relaxar o corpo e a mente, mas o ideal mesmo é ter dez dias disponíveis para curtir cada banho sem pressa. Veja mais sobre quantos dias ficar em Alter do Chão.

Vá na época certa

É muito importante ficar atento ao calendário na hora de decidir viajar para Alter do Chão. Apesar de a região ser linda durante todo o ano, apenas no período da estiagem — conhecido como verão amazônico — as praias à beira dos rios aparecem. Se o que você busca são essas porções de paraíso formadas por areia branca e fina, os melhores meses para viajar vão de agosto a dezembro. Já no período da chuva — especialmente de fevereiro a junho — os rios sobem e o destaque da região fica por conta das florestas alagadas e a intensa fauna que toma conta do lugar. A época certa depende de qual Alter do Chão você quer conhecer. Veja mais sobre quanto ir a Alter do Chão.

Conheça diversas praias

A Praia da Ilha do Amor é a principal atração de Alter do Chão. Com cara de cartão-postal, ela enche os olhos logo na chegada ao centro da vila. O acesso fácil, a boa infraestrutura e a beleza da praia fazem com que muitos turistas fiquem por ali mesmo. Não se deixe levar pelo amor à primeira vista. Há diversas outras praias espetaculares para serem visitadas nos arredores de Alter do Chão. Desapegue da Ilha do Amor e visite outras faixas de areia.

Se estiver com tempo contado, comece pelas lindíssimas Ponta do Cururu, Ponta do Jutuba, Praia da Ponta de Pedras e Praia do Carapanari, todas rumo a Santarém e bem perto da vila de Alter do Chão. Já para os lados de Belterra, boas pedidas são a Ponta do Muretá, Praia do Pindobal, Ponta do Cajutuba, a Praia de Aramanai, a Praia de São Domingos e a Praia do Maguari. Quem tiver mais tempo na região não pode deixar de fazer os passeios que levam ao Rio Arapiuns, onde estão algumas das mais lindas praias da região. No Arapiuns, os destaque são a Ponta Grande, Ponta do Toronó e Ponta do Icuxi.

Alter do Chão tem praia tanto para quem gosta de agito quanto para os viajantes que preferem calmaria e ambientes mais desertos. Tem praia que dá pra chegar a pé e muitas onde o acesso é possível apenas de barco ou lancha. Para ajudar a escolher a praia que mais combina com você, preparamos um post inteirinho dedicado a elas. Veja mais detalhes sobre as praias de Alter do Chão.

Faça passeios de barco ou lancha

Visitar diversas praias e atrações de Alter do Chão será tarefa quase impossível se você não fizer alguns passeios de barco ou lancha. Muitas faixas de areia são distantes da vila e várias delas são acessíveis apenas pelo rio. Inclua no seu itinerário e orçamento de viagem alguns tours pelo Rio Tapajós e Rio Arapiuns. O custo varia de acordo com o número de turistas, o roteiro escolhido e o tipo de embarcação. Pode ter certeza que a diversão vale cada real investido! Os roteiros oferecidos pelas agências de turismo e barqueiros da ATUFA (Associação de Turismo Fluvial de Alter do Chão) variam muito e podem ser negociados de acordo com o desejo e planos de cada viajante. Veja mais sobre os passeios e tours em Alter do Chão.

Vá além das praias e conheça outras atrações

Não vamos negar que as principais atrações de Alter do Chão são as maravilhosas praias do Rio Tapajós e Rio Arapiuns, mas elas não são as únicas belezas da região. Muito pelo contrário! Há diversos outros lugares lindíssimos para serem conhecidos, afinal, estamos falando da Amazônia e tudo é superlativo por lá, principalmente a beleza!

Se quiser dar um tempinho das faixas de areia, experimente um passeio até a Flona Jamaraquá, na Floresta Nacional do Tapajós. Você poderá fazer trilhas em meio à mata, tomar banho em igapós e ainda percorrer de canoa um belo igarapé. Para seguir em ambiente repleto de verde, percorra as águas do Canal do Jari, onde será fácil ver preguiças, jacarés, muitas aves e um lindo cenário repleto de vitórias régias. Outra boa pedida para quem gosta natureza é a Floresta Encantada, uma mata de igapó que faz parte do Lago Verde e fica alagada na cheia do rio, o que permite um passeio maravilhoso de canoa pela copa das árvores. E se o verde é mesmo a sua paixão, não deixe de fazer a trilha até o topo do Morro da Piraoca, de onde se vê a imensidão de Alter do Chão e do ambiente amazônico que a cerca.

Para quem quiser sair um pouco da beira-rio, Alter do Chão oferece outras opções. A principal delas é o Lago Verde, localizado bem de frente para a vila e por onde é possível chegar a diversos igarapés. Para percorrê-lo, vale um passeio de lancha ou caiaque. Se a ideia é um banho de lago pertinho da praia, boas pedidas são o Lago Preto, o Lago do Jacaré e o Lago do Muretá.

Com tanta atração para visitar, é fácil ficar perdido na hora de decidir o que fazer primeiro. Para ajudar na organização da sua viagem, preparamos um post especial com sugestões de roteiros para uma viagem a Alter do Chão. As dicas valem tanto pra quem vai ficar só um final de semana quanto para os viajantes que serão felizes por até dez dias em Alter do Chão.

Assista ao pôr do sol todos os dias

O espetáculo do pôr do sol em Alter do Chão é digno de suspiros. A partir de diversas praias será fácil ver o céu mudando de cor e adquirindo lindos tons de laranja e rosa enquanto o dia se despede. Não perca a chance de ver o entardecer durante toda a sua viagem. Cada dia será único e inesquecível. E como a temperatura da água é sempre agradável, você ainda poderá curtir um bom banho enquanto vê o sol descer ao fundo do Rio Tapajós. A praia mais famosa para assistir ao pôr do sol em Alter do Chão é a Ponta do Cururu, mas há outras porções de areia que oferecem visual tão lindo quanto. Vale assistir ao entardecer na Ponta do Muretá, na na Praia da Ilha dos Amores, no alto do Morro da Piraoca e também nas fascinantes praias do Rio Arapiuns. Com sorte, você ainda verá a lua nascer ao mesmo tempo que o sol se põe.

Visite uma comunidade ribeirinha

Parte da cultura tapajônica, as comunidades ribeirinhas do Rio Tapajós e Rio Arapiuns são visitas imperdíveis para quem deseja conhecer a fundo o modo de vida na região. Muitas comunidades são acostumadas a receber turistas e oferecem deliciosos almoços, sempre com peixe fresquinho. Depois da comilança, aproveite a hospitalidade para um bom papo e também uma soneca nos redários à beira-rio. Boas pedidas para um intervalo entre as visitas às praias são a Comunidade Coroca (no Rio Arapiuns) e a Comunidade Jamaraquá (na Floresta Nacional do Tapajós), mas há diversas outras e cada uma delas com histórias diferentes para contar.

Deixe-se levar pela culinária paraense e tapajônica

A gastronomia, regada a temperos exóticos, é uma experiência à parte na viagem a Alter do Chão. Os sabores da região norte se distinguem muito do resto do país e são uma deliciosa aventura para os turistas de primeira viagem. Degustar o açaí paraense (bem diferente do que se toma no resto do país), a caldeirada, o pato no tucupi e os peixes amazônicos fresquinhos está entre as melhores tarefas a cumprir nessa viagem. Com um pouco de sorte, será possível até mesmo descolar uma piracaia, evento típico em que a festa acontece à beira-rio sob a luz do luar e o peixe é assado na brasa ali mesmo na areia. Com ou sem jambu e tacacá, o importante em Alter do Chão e no Pará é experimentar! Veja mais sobre onde comer em Alter do Chão.

Curta a vila de Alter do Chão à noite e se jogue no carimbó

O dia em Alter do Chão é dedicado aos passeios e banhos de rio. Já à noite, o movimento se concentra no centrinho da vila. Ao redor da Praça Central, entre a Igreja Nossa Senhora da Saúde e a orla à beira-rio, está grande parte dos restaurantes, bares, lojas e mercados de Alter do Chão. Aproveite para relaxar (ainda mais) nas mesinhas ao ar livre. Se tiver com energia sobrando, não deixe de entrar na roda de carimbó para dançar. Será difícil resistir ao ritmo do Pará que bota todo mundo para tremer. Veja mais sobre a noite de Alter do Chão.

Veja o encontro do Rio Tapajós e Rio Amazonas em Santarém

Para chegar a Alter do Chão, é quase certo que você passará por Santarém. Quando estiver na cidade, não deixe de ver o famoso encontro das águas do Rio Tapajós e do Rio Amazonas. O espetáculo acontece bem de frente para a orla da cidade e não será necessário navegar para ver o fenômeno. Caso queira experimentar um mergulho nos dois rios simultaneamente, não deixe de fazer um passeio de barco ou lancha para ir até lá. Será fácil sentir a diferença das águas límpidas e azuis do Tapajós para a água barrenta do Rio Amazonas. Uma experiência maravilhosa.

Se estiver em Santarém, aproveite a voltinha para visitar a orla à beira-rio, o Centro Cultural João Fona e o Mercadão 2000 (onde todas as manhãs chegam enormes carregamentos de peixes e outros produtos da região). Se der tempo de tomar mais um banho de rio e você não quiser se afastar muito de Santarém, procure pela Praia do Maracanã, a Ponta do Arariá, a Praia do Pajuçara e a Praia do Carapanari, todas acessíveis de carro.

Relaxe muito

Alter do Chão é lugar para relaxar. Deixe-se levar pela água doce e as ondas que dão ritmo ao balanço do corpo enquanto flutua. Deixe na cidade grande todo o estresse e leve para Alter apenas a vontade de descansar. Quanto mais rápido você entrar no clima, mais irá curtir e entender essa deliciosa região do Pará.

 

Site do Café

DEIXE UMA RESPOSTA

Avalie*
Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui