Praias de Meaípe e Areia Preta estimulam defesa contra câncer de mama

0
197
Praias de Meaípe e Areia Preta estimulam defesa contra câncer de mama
Praias de Meaípe e Areia Preta estimulam defesa contra câncer de mama
Estudo comprova que índice de câncer de mama em Guarapari é menor que em outras cidades do Estado
Depois de quase 10 anos de estudos, pesquisadores da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), descobriram que as praias da Areia Preta e Meaípe, em Guarapari, têm o poder de reduzir casos de câncer de mama. A atmosfera dessas duas regiões é rica em íons negativos e radiação, o que contribui para que o número de casos da doença no município seja bem menor que de outras cidades do Estado.

De acordo com o doutor em física nuclear e professor da Ufes, Marcos Tadeu D’Azeredo Orlando, dados fornecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) mostram que em Guarapari, para cada 1000 mulheres, 2 têm ou tiveram câncer de mama, contra 178 casos em Colatina e 141 em Linhares.
De acordo com o pesquisador, o estudo também comprova que a Praia de Meaípe tem as mesmas propriedades que a Praia da Areia Preta, pois as duas possuem a mesma quantidade de areia monazítica.
“É indiscutível, os dados são contundentes, estatísticos, de uma pesquisa extensa que fizemos. O nível de radiação lá, que gera essa atividade biopositiva é semelhante da Praia da Areia Preta, é da mesma ordem e tem a mesma dinâmica. Tem a mesma qualidade”, afirmou.

O estudo comprovou que a Praia da Areia Preta tem 63 mil íons por cm³, contra 55 mil de Águas de Lindoia, em São Paulo, bastante procurada pelas águas termais que trata diversas doenças, como cálculos renais, artrites e dores crônicas.
O professor explicou que o efeito benéfico da areia monazitica não está em passá-la pelo corpo, como muitos acreditam, mas no ar, onde estão os íons e a radiação. Segundo Marcos, a radiação emitida pelas Praias de Meaípe e Areia Preta funciona como uma espécie de vacina, que cria proteção. Em muita quantidade, a radiação causa danos à saúde, porém, em doses pequenas, como as de Guarapari, o corpo cria resistência, como para o câncer de mama, por exemplo.
“O vírus é ruim? Sim. Mas tomamos vacina com vírus atenuado, ou seja, doses pequenas que levam seu organismo a apresentar uma resposta pronta e eficiente. Na radiação que tem lá, que é a radiação gama, é o mesmo efeito. As doses que têm nas praias são em níveis adequados para estimular a defesa”, salientou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Avalie*
Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui