Praias são interditadas em Salvador, Mata de São João e Lauro de Freitas para frear avanço da Covid-19

0
85

Praias de Salvador, Mata de São João e Lauro de Freitas estão fechadas a partir desta quarta-feira (24), para frear o avanço da Covid-19 na região metropolitana . Em Camaçari, que também fica na região metropolitana da capital, as praias estão fechadas desde o domingo (21)

Na capital, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) instalou tapumes para evitar a presença de banhistas ainda na noite de terça-feira (23). Em Salvador, as praias vão ficar fechadas durante uma semana, mas o prazo pode se estender.

Além disso, a Guarda Civil Municipal iniciou a “Operação Praia Fechada”, que conta com 80 agentes empregados na ação de fiscalização, além de 20 viaturas, sete motocicletas, dois quadriciclos, dois drones. A operação fiscalizará o trecho de quase 60 quilômetros, entre São Tomé de Paripe e Praia do Flamengo.

Apenas os pescadores e as atividades de esportes náuticos estão autorizados a acessão às praias. Em caso de descumprimento de medidas, os banhistas serão orientados pelos agentes municipais e até retirados dos locais.

Guarda Municipal reforça fiscalização durante fechamento das praias de Salvador

Guarda Municipal reforça fiscalização durante fechamento das praias de Salvador

Em Mata de São João, onde ficam praias conhecidas do Litoral Norte, como Praia do Forte e Costa do Sauípe, a medida também será válida até o dia 2 de março. Assim como na capital, por lá também está proibido o comércio nas praias e as atividades em quadras e campos de futebol.

Apesar disso, em Mata de São João está liberada a prática de esportes aquáticos, desde que seja respeitado o distanciamento social.

Em Lauro de Freitas, o decreto vale por 15 dias. As praias de Ipitanga, Vilas do Atlântico e Buraquinho serão interditadas e o comércio nelas também foi restringido.

No entanto, o funcionamento das barracas, na condição de bares e restaurantes, está permitido de segunda à sábado, das 9h às 17h, apenas em suas áreas internas.

Já em Camaçari, o decreto também vale por 15 dias em praias como Guarajuba, Barra do Jacuípe, Itacimirim, Jauá e Arembepe. Assim como em Lauro, os estabelecimentos comerciais das praias estão liberados para funcionar, desde que respeitem o toque de recolher.

Praia do Porto da Barra é um das que teve acesso fechado — Foto: Reprodução/TV Bahia

Praia do Porto da Barra é um das que teve acesso fechado — Foto: Reprodução/TV Bahia

 

site do café

DEIXE UMA RESPOSTA

Avalie*
Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui