Prefeito de São Sebastião anuncia barreiras sanitárias e bloqueia praias em ‘megaferiado’ em SP

0
66

Após criticar o ‘megaferiado’ em São Paulo, o prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto (PSDB), afirmou que vai fazer barreiras sanitárias nos acessos à cidade e proibiu o acesso às praias no período. As praias estavam liberadas para prática de esportes durante os dias de semana.

As medidas foram adotadas após a administração não conseguir bloquear as estradas de acesso à São Sebastião na Justiça. O pedido foi negado pelo juiz André Quintela Alves Rodrigues. Felipe Augusto também voltou atrás na decisão de liberar o comércio ambulante.

O feriadão em São Paulo foi adotado como tentativa para frear o coronavírus e aumentar o isolamento social. O prefeito de São Sebastião se posicionou contra a medida por temer uma invasão de turistas nas cidades do litoral.

“Me exaltei. Fiquei injuriado com essa decisão de um feriado prolongado porque eu sabia que isso ia acontecer. Turista é bom, veranista é bom, traz recurso para cidade, mas agora não é a hora”, afirmou Felipe.

Outras cidades do litoral norte e sul de São Paulo também vão adotar medidas restritivas no período. O governo do Estado prometeu ajuda às cidades e pediu para que a população tenha consciência de que o momento não é para viajar.

O prefeito voltou atrás da decisão de liberar ambulantes e vai proibir o acesso às praias no período. Antes, a prática de esportes individuais na praia estava liberada durante os dias de semana.

“Cidade está abarrotada, não conseguimos a decisão judicial para fechar as estradas, não conseguimos nenhum tipo de decisão de ordem administrativa para fechar estrada. Vai descer muita gente na quarta, quinta e na sexta. Vamos montar as barreiras sanitárias, vamos montar uma operação de guerra”, falou em transmissão pelas redes sociais.

São Sebastião tem a melhor taxa de adesão ao isolamento social no Estado, com índices sempre acima de 60%. Os comércios seguem fechados, com exceção dos serviços essenciais.

Na terça-feira, moradores de São Sebastião também protestaram contra o feriadão e chegaram a bloquear uma rodovia por 2h30.

O governo do Estado de São Paulo informou que vai apoiar prefeituras do litoral que solicitarem restrição de acesso no feriado prolongado.

 

site do café

DEIXE UMA RESPOSTA

Avalie*
Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui