São Miguel dos Milagres (AL)

0
58
Um dos recantos mais belos da Costa dos Corais, São Miguel dos Milagres ainda não faz parte do roteiro dos muitos turistas que visitam a capital alagoana. Melhor assim, o que garante à vila de pescadores a preservação de suas praias selvagens que servem de cenário para pousadas cheias de charme e restaurantes sofisticados.

Circulando pelo Litoral Norte de Alagoas: Cores se misturam e formam um belo mosaico -

Circulando pelo Litoral Norte de Alagoas: Cores se misturam e formam um belo mosaico – Foto: Christian Knepper

Peixes-boi chamam a atenção na tranquila praia de Tatuamunha

Um dos programas imperdíveis em São Miguel – além de andar pelos quilômetros de paisagens desertas contornadas por coqueiros – é passear de jangada.

O tour tem como ponto final as piscinas naturais formadas na maré baixa, a cerca de um quilômetro da costa. Não esqueça o snorkel para nadar com os peixinhos coloridos em meio às águas verdes e transparentes, protegidas por recifes.

Na hora de lagartear na areia dourada, são muitas as opções de praias. Na que dá nome à cidadezinha, o movimento é intenso nos finais de semana e a paisgem ganha ainda os bucólicos currais de peixes.

Já na quase sempre deserta praia do Toque, a faixa de areia plana é excelente para caminhadas. Por lá ficam pousadas charmosas e restaurantes estrelados.
Para quem quer um pouquinho mais de movimento, a dica é Porto da Rua, com barcos coloridos e alguns bares de nativos como o Bar do Enildo, que capricha nas caipifutras (caju e cajá são imperdíveis!), nas porções e nos pratos.
Vale a pena, ainda, esticar até à praia do Patacho, a dez quilômetros e pertencente ao vilarejo vizinho de Porto de Pedras, com poucas contruções – a maioria, pousadas completamente integradas à natureza. E tem ainda as praias de Passo do Camaragibe, como a belíssima praia do Marceneiro.
No caminho, pare na vila de Tatuamunha – próxima à foz de um rio, é ponto de observação dos peixes-boi que circulam pela região. Aproveite para apreciar, ainda, a singela pracinha, com direito a igreja e um largo repleto de casinhas coloridas.
Perfeita para uma lua-de-mel, São Miguel dos Milagres pode ser desbravada também em cavalgadas e passeios de bugue.

site do café

DEIXE UMA RESPOSTA

Avalie*
Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui