Top 5 das melhores praias do sul da Bahia

0
124
Top 5 das melhores praias do sul da Bahia

Santo André, Trancoso, Praia do Espelho, Caraíva ou Corumbau? Eu descrevo, você decide!

Ô terra abençoada este sul da Bahia. Falésias sem fim, rios multicoloridos, a maré baixa desenhando piscinas naturais, coqueiros a perder de vista. Aquela gente doce, calma e sorridente. A fartura de frutas, peixes, frutos do mar, receitas. E a lei do carpe diem a imperar e que leva até o sujeito mais sério a amanhecer sacudindo num forró, numa rave ou num luau. Fácil, facinho, um dos melhores destinos de praia do planeta. E pra concordar comigo, basta encontrar praia que mais combina com você, indo de norte a sul, focando nas top 5:

Fim de tarde em Santo André quase na alta temporada: eu quero! Sossego!

Fim de tarde em Santo André quase na alta temporada: eu quero! Sossego! (Adriana Setti/Arquivo pessoal)

Santo André

É assim: um oásis de paz separado do caos de Porto Seguro e Santa Cruz Cabrália pela balsa que cruza o rio Santo Antônio. Tem a vibe de um lugar roots, mas com pousadinhas ótimas pé na areia e até hotéis de luxo (só que numa pegada mais discreta).

Você vai amar se: curtir praias vazias, banhos de mar e rio, passeios de barco e muito (mas muito mesmo) sossego.

Contraindicado para: quem estiver a fim de badalar, especialmente depois das 22h, quando a maioria dos restaurantes fecha e só se ouvem grilos.

Só tem lá: uma quantidade de bons restaurantes impressionante para um vilarejo tão diminuto. Qualidade de Trancoso, só que com preços bem menos apimentados.

Quadrado de Trancoso: só ele é assim

Quadrado de Trancoso: só ele é assim (Adriana Setti/Arquivo pessoal)

Apanhadores de sonhos no Quadrado: último vestígio hipoie?

Apanhadores de sonhos no Quadrado: último vestígio hipoie? (Adriana Setti/Arquivo pessoal)

Trancoso

É assim: um vilarejo charmoso encarapitado em cima de uma falésia, cercado de quilômetros de praias de areia dourada. Nas últimas décadas, virou ponto de encontro do jetset internacional – com preços de jetset internacional.

Você vai amar se: estiver a fim de ver e ser visto (além de magro e bem vestido).

Contraindicado para: quem estiver em busca do jeitão hippie que Trancoso teve até os anos 80 ou 90.

Só tem lá: o Quadrado, a praça que é o coração histórico e gastronômico da vila e que tem uma luz e uma atmosfera muito única.

Caraíva: rio, mar, barzin, forrozin, baladin…

Caraíva: rio, mar, barzin, forrozin, baladin… (Adriana Setti/Arquivo pessoal)

Caraíva

É assim: um vilarejo de areia que finge ser rústico mas, hoje em dia, é dos lugares mais charmosos e badalados do Brasil. Ainda assim, você chega só de canoa, anda só de chinelo e tudo tem a mesma carinha de antes (só que, desde 2007, com luz elétrica e ar condicionado).

Você vai amar se: estiver a fim de badalar nos beach clubs da praia (ou nadar sossegado no rio), curtir uma baladinha intensa que vai migrando do barzin ao forrozin, quiser estar cercado de gente linda e cheirosa de todas as partes do Brasil.

Contraindicado para: quem tem preguiça de caminhar na areia fofa (e pena do cavalo que puxa a charrete) ou chama de perrengue o fato de ter que iluminar o próprio caminho à noite (ainda não há iluminação pública – e nem haverá porque melaria o espírito do lugar).

Só tem lá: afe tanta coisa… (suspiro profundo). As ruas de areia, a onipresença da MPB banquinho e violão, um cuidado visível para manter a aura de Caraíva intocada e aquele encontro do rio Caraíva com o mar vivido tão intensamente.

 Fim de tarde épico na Praia do Espelho, depois que a multidão debanda

Fim de tarde épico na Praia do Espelho, depois que a multidão debanda (Adriana Setti/)

Praia do Espelho

É assim: uma das praias mais bonitas do Brasil onde, na maré baixa, formam-se lindas piscinas naturais diante de falésias majestosas.

Você vai amar se: estiver hospedado por lá (há pouquíssimas e caríssimas pousadas) para poder curtir todas as fases da maré, além do sossego da praia sem a multidão que vem de Porto Seguro passar o dia – a debandada acontece lá pelas 14h.

Contraindicado para: quem fizer questão de um mínimo agito noturno.

Só tem lá: uma combinação impressionante de praias (do Outeiro,  Curuípe, Espelho, entre outras) com falésias, piscinas naturais, coqueirais, rios… E tudo muito bem preservado.

Corumbau

É assim: um vilarejo tranquilíssimo, com jeitinho de fim de mundo até, que só agora está despertando para o turismo.

Você vai amar se: curtir o sossego absoluto e for dos que piram na cor do mar.

Contraindicado para: quem quer ver, ser visto ou ter um mínimo de vida noturna.

Só tem lá: graças a uma barreira de corais e ao trabalho da maré, a água do mar tem a cor de mais azul e linda do sul da Bahia.

site do café

DEIXE UMA RESPOSTA

Avalie*
Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui