Viaje para Penedo (AL)

0
111
O primeiro povoado de Alagoas é hoje uma das cidadezinhas mais belas do estado. Fundada no século 16, às margens do rio São Francisco, Penedo guarda um preservado centro histórico tomado por museus e igrejas dos séculos 17 e 18. A maior atração da região, porém, é o passeio de barco que leva à foz do Velho Chico, no município vizinho de Piaçabuçu.

Foz do Velho Chico: Dunas douradas emolduram encontro do rio com o mar -

Foz do Velho Chico: Dunas douradas emolduram encontro do rio com o mar – Foto: Christian Knepper (Embratur)

A viagem dura cerca de 45 minutos, passando por casebres de ribeirinhos e cruzando com muitas jangadas coloridas. Chegando ao encontro do rio com o mar, a paisagem ganha a moldura de dunas douradas que formam um delta salpicado de coqueiros e imensas lagoas de águas azuis. As embarcações ficam ancoradas por uma hora, tempo estabelecido pelo Ibama para cada visita à região.

O período é suficiente para subir e descer correndo pelas dunas e nadar nas lagoas, mas deixa um gostinho de “quero mais” quando a vontade de apreciar a paisagem não passa de jeito nenhum.

Pequenina, Igreja de Nossa Senhora da Corrente exibe azulejos portugueses policromados

De volta à terra firme, circule a pé pelas ruas de paralelepípedo de Penedo. Comece o roteiro histórico pelo conjunto barroco formado pelo Convento de São Francisco e a Igreja de Santa Maria dos Anjos (1759).

Continue pela aconchegante Igreja de Nossa Senhora da Corrente (1765), com azulejos portugueses policromados; o Teatro Sete de Setembro (1865); e o Museu do Paço Imperial.
É neste cenário que acontece o Festival de Tradições Populares, com desfiles de bandas de pífanos no segundo fim de semana de janeiro. Na mesma época, uma bela procissão fluvial comemora o dia do Bom Jesus dos Navegantes.

Além de história e cultura, Penedo também tem praias. A mais concorrida é a do Peba, a cerca de 30 quilômetros, na foz do São Francisco, com dunas e coqueirais. Boa parte do passeio é feito pela areia, sendo o acesso possível somente com bugues. Já para curtir o pôr do sol, o endereço é o antigo Forte da Rocheira, na beira do Velho Chico.

site do café

DEIXE UMA RESPOSTA

Avalie*
Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui