Araguaína libera uso de praias, mas banhistas terão que fazer teste rápido contra Covid

0
116

Araguaína, norte do estado, decidiu liberar o uso das praias do rio Araguaia, na região do Garimpinho. O decreto foi publicado nesta segunda-feira (28) e estabelece que banhistas terão que fazer testes rápidos para frequentar os locais de banho. Festas e shows também estão proibidos.

A temporada de praias é tradição no Tocantins. Nesse período do ano, os níveis de água dos rios baixam e os bancos de areia aparecem formando as praias de água doce. Com uma temperatura alta, é difícil resistir aos cenários. No entanto, as programações foram suspensas desde o ano passado, por causa da pandemia da Covid-19.

Araguaína é a segunda cidade com maior número de casos de Covid. Desde o início do ano, foram registrados 33.632 infectados e 464 mortes.

Segundo o decreto, a utilização das ilhas e praias só poderá ocorrer nas áreas demarcadas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, com pequenos acampamentos familiares, obedecendo a distância mínima de 10 metros.

As mesas dos restaurantes poderão ser ocupadas por no máximo seis pessoas, com distanciamento de 6 metros entre as mesas. Fica proibida também a realização de bailes, festas e shows nas ilhas, praias e no Povoado Garimpinho.

Conforme o texto, para que os turistas possam frequentar o local, será necessário passar pela testagem rápida e aferição de temperatura nas barreiras sanitárias montadas pela prefeitura.

As embarcações particulares e comerciais que levam visitantes até as ilhas, só poderão circular com ocupação máxima de 50% da capacidade.

Os turistas que já tiverem cumprido o protocolo de vacinação contra Covid-19 ou realizado testagem recente, não precisarão fazer a testagem na barreira de fiscalização, desde que apresente o documento de comprovação.

O decreto também determina o uso obrigatório de máscara de proteção individual em todos os locais públicos e privados no povoado do Garimpinho, além de proibir a circulação de pessoas nas ruas do povoado de 0h30 às 4h.

Também está suspensa a prática de música ao vivo e mecânica nos bares e restaurantes, assim como os espaços dançantes, com obrigatoriedade de fechamento dos estabelecimentos à meia-noite.

Quem frequentar as praias também precisará manter o ambiente limpo. As equipes do município farão uma fiscalização voltada à preservação ambiental.

O texto prevê a obrigatoriedade da retirada de toda a estrutura usada na montagem dos acampamentos. Além disso, é proibido depositar lixo fora dos recipientes apropriados disponibilizados pela empresa de coleta e promover qualquer atividade sobre a vegetação local ou sobre sua faixa de proteção, em especial sobre as áreas de preservação permanente.

Turistas também estão proibidos de: queimar galhadas, atear fogo na vegetação ou retirar, parcial ou totalmente, qualquer vegetal ou mesmo danificá-lo; fazer construção de aterro ou escavações que modifiquem as características topográficas da areia; realizar abastecimento ou manutenção de embarcações na areia sem os devidos cuidados para evitar extravasamento e poluição do solo e guardar ou enterrar qualquer material na areia.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Avalie*
Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui