Fim de semana tem praias cheias e festas em SC mesmo com proibições por causa da Covid-19

0
23

Praias e calçadões de Florianópolis ficaram cheios de pessoas no fim de semana, mesmo com decreto que proíbe a permanência de pessoas nesses locais. Na faixa de areia, havia inclusive vendedores ambulantes. Houve ainda festa irregular com cerca de 200 pessoas em Passo de Torres, no Sul do estado, encerrada pela polícia. Em Balneário Camboriú, no Litoral Norte, duas festas foram encerradas e um bar foi interditado.

No domingo (30), o índice de isolamento social em Santa Catarina ficou em 38%, segundo o Mapa Brasileiro da Covid-19. Em todo estado, há restrições estabelecidas por prefeituras de cidades litorâneas para controlar o avanço do novo coronavírus também em praias e balneários. Eventos também estão proibidos, sejam particulares ou públicos. Santa Catarina tem 146.864 casos de Covid-19, com 2.235 mortes.

Praias ficaram cheias em Florianópolis — Foto: NSC TV/Reprodução

Praias ficaram cheias em Florianópolis — Foto: NSC TV/Reprodução

Na Capital catarinense, a Guarda Municipal registrou 249 ocorrências de pessoas infringindo o distanciamento social no fim de semana. Na Grande Florianópolis continua proibido, por decreto conjunto entre municípios, a permanência na faixa de areia das praias.

Com o fim de semana de sol, a procura pelas praias da região Norte da Ilha chegou a deixar o trânsito intenso e até congestionado em alguns trechos na SC-401. No bairro Canasvieras, por exemplo, muitos visitantes estavam na praia, alguns em grupos, sem máscaras, tomando sol e conversando. Até pipoca e bebida foram vendidos por vendedores ambulantes.

Com movimento em direção às praias, houve congestionamento na SC-401 em Florianópolis — Foto: NSC TV/Reprodução

Com movimento em direção às praias, houve congestionamento na SC-401 em Florianópolis — Foto: NSC TV/Reprodução

Segundo Juliano Pioner, chefe de operações da Guarda Municipal de Florianópolis, vendedores e banhistas foram orientados a deixarem os locais. “Estão ilegais, a gente orientou e saíram do local. Está irregular a permanência na areia, é permitido apenas esporte aquático ou a pesca”, disse.

Na Avenida Beira-mar Norte quem insistiu em fazer atividades físicas, ficar sentado conversando ou que tirou o domingo para pescar também recebeu o recado. Mas não levou muito tempo para que esses locais tivessem mais aglomerações novamente.

“A gente faz o possível. A gente orienta e ao virar as costas, o pessoal volta, então é uma questão de consciência de cada um”, disse Juliano Pioner.

Festas clandestinas

 

Duas festas irregulares foram flagradas em Balneário Camboriú foram flagradas  — Foto: Prefeitura de Balneário Camboriú/Divulgação

Duas festas irregulares foram flagradas em Balneário Camboriú foram flagradas — Foto: Prefeitura de Balneário Camboriú/Divulgação

Em Balneário Camboriú duas festas foram encerradas, as duas com 20 pessoas. Uma das festas foi na madrugada de domingo (30) e outra na noite de sexta-feira (28). Nesta, os participantes eram turistas de outros estados, segundo a prefeitura.

Bar foi interditado em Balneário Camboriú — Foto: Prefeitura de Balneário Camboriú/Divulgação

Bar foi interditado em Balneário Camboriú — Foto: Prefeitura de Balneário Camboriú/Divulgação

Um bar também foi interditado na cidade na madrugada de domingo na região central porque estava aberto fora do horário estipulado pela prefeitura. O proprietário foi multado em R$ 5 mil.

Já no Sul do estado, a Polícia Militar flagrou e encerrou uma festa irregular com cerca de 200 pessoas na madrugada de domingo (30) realizada no bairro Curralinhos, próximo da BR-101.

Polícia flagra festa clandestina em Passo de Torres

Polícia flagra festa clandestina em Passo de Torres

Segundo a PM, os participantes do encontro estavam sem máscara, além de não respeitarem a distância de pelo menos um metro e meio entre as pessoas. Porções de drogas foram apreendidas, mas a polícia não detalhou a quantidade e se alguém foi preso.

site do café

DEIXE UMA RESPOSTA

Avalie*
Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui