Cidades do litoral do Paraná liberam acesso às praias e suspendem barreiras sanitárias

0
58
Guaratuba. Foto: Arnaldo Alves/ANPr - 2017

As cidades do litoral do Paraná, como Guaratuba, Paranaguá e Morretes, suspenderam as barreiras sanitárias que impediam a entrada de turistas e visitantes nas praias. O acesso ao calçadão, que estava proibido há cerca de 20 dias, também está liberado. Apenas Matinhos segue com a proibição de tomar banho de sol e de mar.

Contudo, as prefeituras decidiram manter o toque de recolher entre 20h e 5h. Portanto, é vetada a circulação de pessoas nesse horário.

Os hotéis e pousadas poderão receber visitantes, mas devem atender com 50% da capacidade. É o caso de Morretes e Antonina, dois dos principais pontos turísticos do estado.

Em Matinhos, o decreto segue mais rigoroso: “Fica permitida a prática esportiva individual na orla marítima, compreendida entre calçadão e areia da praia, permanecendo proibida a entrada na água e o acesso à praia para quaisquer outras finalidades, como banhos de sol, turismo, lazer, reuniões e afins”, determina o decreto.

Apesar disso, está liberado o funcionamento das atividades essenciais e não essenciais, inclusive templos religiosos, de segunda-feira até sábado, das 6h às 21h.

Já em Guaratuba, permanecem interditados o complexo esportivo, ginásios de esportes, estádio, campos, pistas de skate, playgrounds, áreas sociais e de lazer de condomínios e prédios, entre outros. Por outro lado, as praias, rios, baías, calçadões e espaços públicos estão liberados desde que não haja aglomerações.

As barreiras sanitárias foram montadas no dia 15 de março, quando Curitiba entrou em lockdown, para evitar a entrada de turistas nos sete municípios das praias do Paraná.

Em Paranaguá, a prefeitura divulgou que foram abordados mais de 47 mil veículos. Destes, mais de 600 carros foram barrados e tiveram que voltar para as cidades de origem. “Com certeza este esforço ajudou a salvar vidas em nossa cidade. Foram aproximadamente 20 dias desta importante atividade, chegamos ao fim, mas poderemos retornar com a barreira futuramente, caso seja necessário”, afirmou o prefeito Marcelo Roque.

Já em Guaratuba, foram 2.280 veículos impedidos de entrar na praia durante os três últimos finais de semana. Segundo o município, a medida surtiu efeito: apenas 5 pacientes estão internados no PS (Pronto Socorro) Covid e o município conseguiu diminuir 61% de novos casos da média móvel diária nos últimos 14 dias.

Por fim, em Matinhos, a prefeitura destacou que a média de atendimentos diários no Hospital Nossa Senhora dos Navegantes e na UPA 24 Horas caiu de 400 para 100. A cidade do litoral do Paraná registrou movimento de 70 carros por hora nas três entradas e cerca de 55 veículos por dia tiveram que voltar por não poder entrar na cidade.

“Através da adoção de medidas restritivas e barreiras sanitárias, obtivemos números muito satisfatórios no combate à pandemia do coronavírus. Matinhos foi o primeiro município do Litoral do Paraná a adotar medidas restritivas e a implantação de barreiras sanitárias, o que nos deixou em situação muito confortável em relação aos outros municípios do Litoral”, destacou Paulo Henrique de Oliveira, secretário municipal da Saúde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Avalie*
Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui