Governo do Pará mantém decreto estadual e endurece medidas de restrição contra a Covid-19

0
35
Aeroporto de Brasília, embarque, check-in, pista, avião. Sérgio Lima/Poder360 12.05.2017

O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), anunciou nesta terça-feira (9) atualizações sobre as medidas em relação ao avanço da Covid-19 no estado. O decreto estadual foi prorrogado, com ainda mais restrições, e deve valer por mais sete dias, a partir das 00h desta quarta (10).

“(Essas medidas são) para que nós possamos garantir atendimento para população no sistema de saúde pública”, afirmou.

As novas regras são:

  • Toque de recolher será das 21h às 5h;
  • Shoppings devem funcionar somente das 11h às 19h;
  • Academias e cinemas não podem funcionar por sete dias;
  • Comércio de rua pode funcionar de 10h às 17h;

 

Barbalho informou, em coletiva no início da noite, que a ocupação de leitos no estado está em 76% dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 51% dos leitos clínicos. O estado aumentou a oferta de leitos, devido à alta demanda. No total, foram 234 novos leitos.

“A intenção é de que possam manter a oferta de leitos garantida, mesmo com a crescente de casos confirmados”, disse o governador.

Ainda segundo Helder, o governo ainda deve abrir novos leitos nesta semana na Santa Casa, no Hospital de Clínicas em Belém e no Hospital Abelardo Santos, que deve retornar o atendimento para pacientes com sintomas da Covid-19.

Educação

 

As escolas públicas vão manter as aula suspensas, segundo o governador. Já as escolas particulares continuam autorizadas para funcionar, se respeitarem os protocolos sanitários de segurança.

Vacinas

 

O governador anunciou, também, que está prevista para essa quarta (10) a chegada de nova remessa de vacinas, entre 60 e 80 mil novas doses de imunizantes.

“Com o quantitativo deste novo lote, ainda vamos divulgar o critério de distribuição pra continuidade das etapas de vacinação”, afirmou.

No boletim desta terça, o Pará 377.051 casos de Covid-19 e 9.084 mortes. Foram mais 40 mortes e 1.288 novos casos confirmados.

O que continua valendo?

  • Circulação de pessoas nas ruas está agora proibida entre 21h às 5h, exceto em casos com motivo de força maior, justificado o deslocamento de uma pessoa da família ou por unidade residencial, exceto se houver necessidade de acompanhante, nos seguintes casos: para aquisição de medicamentos e gêneros alimentícios/comida pronta; para o comparecimento próprio ou de uma pessoa como acompanhante para atendimento médico-hospitalar de emergência; ou para a realização de trabalho, nos serviços e atividades consideradas essenciais.
  • Caminhadas, carreatas, passeatas e qualquer evento que gere aglomeração acima de dez pessoas estão proibidos;
  • Ficam proibidas aglomerações, reuniões, manifestações e passeatas em locais públicos com mais de 10 participantes.
  • Práticas esportivas amadoras só são permitidas com até 4 pessoas, inclusive as realizadas em arenas e similares.
  • Eventos privados em locais fechados são permitidos com até 10 participantes e apresentação de 2 músicos no máximo.
  • Supermercados, mercados e estabelecimentos afins devem controlar a entrada de pessoas, limitando o acesso a apenas 1 membro por grupo familiar, respeitando a lotação máxima de 50% de sua capacidade, inclusive na área de estacionamento. É proibida a entrada de pessoas sem máscara. Além disso, deve ser respeitado o distanciamento, a distância de 1,5m para pessoas com máscara, e fornecer alternativas de higienização, como água e sabão e/ou álcool gel.
  • Práticas esportivas amadoras só são permitidas com até 4 pessoas, inclusive as realizadas em arenas e similares.
  • Parques, museus públicos e equipamentos afins ficam fechados à visitação nos feriados e nas sextas-feiras, sábados, domingos e segundas-feiras.
  • Está proibido o funcionamento de bares, boates, casas noturnas, casas de shows e estabelecimentos afins, bem como, a realização de shows e festas abertas ao público.
  • Restaurantes, lanchonetes e afins podem funcionar com 50% da capacidade sentada, até o limite de 18h. Não são permitidas a permanência de pessoas em pé e mais de 2 músicos se apresentando.
  • Venda de bebidas alcoólicas fica proibida no horário entre 18h e 6h. A medida é válida para bares, lanchonetes, restaurantes, supermercados e lojas de conveniências, inclusive no sistema delivery. O consumo em supermercados e lojas de conveniência é proibido em qualquer horário.
  • Clubes recreativos são autorizados a funcionar, desde que mantendo medidas de distanciamento social e sem atividades coletivas com mais de duas duplas. O uso de piscinas é proibido.
  • Clínicas de estética, salões de beleza, barbearias e estabelecimentos afins continuam funcionando, respeitando aos protocolos sanitários e com atendimento individualmente agendado, com hora marcada.
  • Supermercados, mercados e afins devem controlar a entrada de pessoas, com o limite de 1 pessoa por família, que poderá estar acompanhada de criança pequena. Deve ser respeitada a distância mínima de 1,5 m dentro do local e proibido o acesso sem máscara.
  • Praias, igarapés, balneários e similares, nos feriados e nas sextas-feiras, sábados, domingos e segundas-feiras também estão proibidos.
  • Ficam suspensas as visitas às unidades prisionais e unidades socioeducativas do Estado. 

     

DEIXE UMA RESPOSTA

Avalie*
Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui